Novo modo de comprar

Aqui vai mais um post reflexivo e mais opinativo para vocês. Desde o início do ano, tenho mudado alguns hábitos meus em relação ao comprar. Coloquei na minha cabeça que tinha coisa de mais e que não tinha mais lugar para guardar (quem nunca, né?!) e que era a hora para desacelerar nas compras.

Tomei essa decisão depois de ir ao lançamento da coleção da 284 para a C&A e levar quase a loja inteira para casa. Confesso que não me arrependi de nada que comprei, tudo está sendo muito usado e eram coisas que estava precisando. Mas, a partir daquele dia, decidi pensar mais do que duas vezes antes de levar algo pra casa e, mais do que isso, avaliar o custo-benefício de cada peça que compro.

Será que vou usar bastante vezes essa peça? Será que não posso substituí-la por nenhuma outra peça que já tenha no meu guarda-roupa? Será que essa moda não vai passar rápido demais, o que vai fazer com que não use mais a peça? Será que não consigo achar algo parecido em algum lugar mais barato? Será que o custo-benefício da peça é realmente vantajoso?

compras

Essas são algumas das perguntas que tenho me feito antes de adquirir uma peça e, mais do que isso, tenho me traçado metas para não comprar durante algum período. Confesso, resistir à tentação de comprar algo é quase impossível, mas com força de vontade conseguimos. Ajuda muito também fazer uma listinha, nem que seja apenas mentalmente, do que realmente precisamos, isso faz com que vamos atrás apenas dessas peças e não nos perdemos dentro das inúmeras opções.

Não deixo de comprar tendências, porque não me imagino só usando roupas clássicas. Mas tenho ponderado, cada dia mais, se curto realmente a tendência ou se só acho bonito nos outros e porque é tendência. Se depois de pensar muito ainda não consigo deixar aquela peça desejo de lado, acabo comprando e colocando pra jogo, afinal, não sabemos quando aquela peça já não será mais algo “bonito”.

Opções de Compras

Hoje conseguimos comprar muito mais coisas bonitas e boas em lojas de departamento. Já não existe mais o problema das calças não terem uma modelagem boa (apesar de ainda não serem perfeitas) e as tendências estão chegando cada vez mais rápido nessas lojas. Além disso, a concorrência tem ajudado a manter os preços num patamar razoável.

Confesso que não tenho mais vontade de entrar em lojas caras, afinal, a cada dia parece que elas sim ficam ainda mais caras. É impossível me imaginar comprando qualquer peça que sei que encontrarei em uma loja de departamento pelo quarto do preço. Claro que tem coisas que a gente só encontra em algumas lojas e, se o preço estiver ok e eu achar que vale a pena, acabo comprando.

Promoção é o que tem mais me chamado a atenção (e de quem não chama), tanto em lojas mais caras, quanto nas lojas de departamentos. É nesses momentos que podemos comprar algumas peças que estávamos paquerando, mas não tínhamos coragem de comprar. A última promoção que peguei foi na Renner e pude comprar um casaquinho tendência por R$50. Valeu muito a pena!

Esse post é só pra falar um pouquinho sobre os meus novos modos de pensar sobre compras e também para incentivar quem esteja precisando cortar gastos e deixar de comprar compulsivamente. Espero que seja de ajuda e desculpas se falei demais!

E você, quer ter novos hábitos de compras?!

Por Daniela Brisola

Anúncios

Um comentário sobre “Novo modo de comprar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s